Você sabe o que é esse bigode que anda aparecendo na Internet?

Posted by Andreza Oliveira DreCassia in Comportamento, Dicas, Macho, Sem categoria on 18-11-2014

Pois é, muita gente já se deparou com ele e que não se deparou se deparará em breve, pelo menos assim eu espero. perfil cópiaE sem mais segredo, eu conto o que é o tal bigode. Ele é o símbolo de uma campanha muito muito muito importante, de concientização dos perigos do Câncer de Próstata, e principalmente, de como o diagnóstico precoce pode salvar vidas.

Infelizmente os números do Câncer de Próstata não vão nada bem por aqui em terras tupiniquins, as projeções assustadoras dizem que em 2014, 12 mil vão morrer da doença em função da descoberta em estágio avançado, e mesmo assim, pasmem, quase 50% dos brasileiros nunca foram ao urologia, e isso é um fato bem fácil de comprovar, me diz você, no seu ciclo intimo de amizade e dentro da sua família, quantos homens com mais de 40 anos vão ao urologista para ver como vai a saúde?

Olha se esse mapinha não é de assustarsmiley_vergonha-3233

mapa cópia

 

 

O pior é que a verdade absoluta é que os homens não vão ao urologista por preconceito, por medo, vergonha e nem sei mais quantas desculpas, só para não fazerem o tal exame do toque. E é justamente esse o comportamento que tem que mudar.

Por isso precisamos tanto incentivar e divulgar essa campanha, para que esse paradigma caia por terra de uma vez, e pra isso é simples, divulgue as hasttags da campanha, coloque o bigode na sua foto do face, cause curiosidade nos amigos, na família, nos colegas de trabalho.

E quando quando eles vierem perguntar, ou com certeza farão, tirar barato de sua loucura, você explica que está apoiando a campanha do Novembro Azul, pela queda do preconceito, pela erradicação de paradigmas, pela concietização de que uma simples ida ao Urologista, para exames preventivos, pode mudar uma realidade triste e salvar a vida de muitas famílias.

Olha algumas fotos bem legais da campanha:

10410548_828364207184828_1387727200179002800_n

149389_840912369263345_1469052122641455503_n

10420167_839928239361758_2431191533366241424_n

Divulgue:

https://www.facebook.com/NovembroAzulBrasil http://www.novembroazul.com.br #NovembroAzul #Prevenção #CâncerDePróstata #DribleoPreconceito #PenseAzul #SaúdeMasculina #SaúdeDoHomem #LadoaLadoPelaVida #SeuPreconceitoNãoMePepresenta

Hot Mens Day #2

Posted by Andreza e Carlos in Comportamento, Hot Men Day, Macho, Sexo on 26-02-2014

Mesmo concordando com o ditado “gosto não se discute”, vou arriscar e dizer: Quero ver quem vai falar que eles não são uns belíssimos exemplares masculinos, pra tirar o fôlego e criar devaneios…

;)

 MensDay6 MensDay2_Post_Collage

Curta nosso  perfil no Face e fique por dentro de todas as novidades: https://www.facebook.com/pepperboxbr

E não esqueça: recomendamos a todos que não tenham uma mente suja mas sim uma imaginação muuuito sexy.

Até mais!

———————————————————————————————————————————————————

Todas as fotos foram retiradas do Pinterest (http://www.pinterest.com/pepperboxbr/beautiful-men-body-day/)

Se você é proprietário de umas das imagens me avise para que tenha os devidos créditos

Hot Mens Day #1

Posted by Andreza e Carlos in Comportamento, Hot Men Day, Macho, Sexo on 19-02-2014

Fiquei meio sem palavras hoje…

Só penso em hummmmmm!!!!!!

MensDay1

MensDay1_Post_Collage

Curta nosso  perfil no Face e fique por dentro de todas as novidades: https://www.facebook.com/pepperboxbr

E não esqueça: recomendamos a todos que não tenham uma mente suja mas sim uma imaginação muuuito sexy.

Até mais!

———————————————————————————————————————————————————

Todas as fotos foram retiradas do Pinterest (http://www.pinterest.com/pepperboxbr/beautiful-men-body-day/)

Se você é proprietário de umas das imagens me avise para que tenha os devidos créditos

Na cama “ELA” é quem manda…

Posted by Alan Borim in Camisinhas, Comportamento, Crônica Sexual, Dicas, Lingeries, Macho, PepperBox, Sem categoria, Sexo, Sexo Anal, Sexo Oral, Sexo Seguro on 04-12-2012

Essa é uma verdade incontestável, porém quase todos tentam contestá-la.

Você pode ser o garanhão, o conquistador, aquele que leva uma mulher diferente pra cama todos os dias, o “Don Juan”, o verdadeiro comedor…

Você sai, conquista aquela mulher maravilhosa, passa por todos os passos da conquista e a leva pra um motel, ou em casa mesmo e então pensa, “eu sou demais, olha só a mulher que eu conquistei…”

A pegação, os amassos, a mão boba, e você começa a despí-la, vislumbrando suas curvas, sua pele, seu cabelo, seu cheiro e ainda assim você continua se achando o garanhão italiano, então ela começa a se movimentar de forma alucinada, diferente, você se sente no controle segurando-a pelos cabelos, apertando seus seios com força, puxando ela pra perto de você, beijando-a como se fosse a última mulher na face da Terra, ela retribui, te arranha, te morde te diz coisas gostosas ao pé do ouvido que deixam você maluco de tesão, não é…

Só que nesse momento quem está com as rédias do sexo não é você, meu querido garanhão, ela é quem está  no controle, ela é quem dita as regras desse gostoso jogo é claro que ela está esperando que você tome certas atitudes de homem e avance um pouco pra saber até onde você pode chegar, sabe aquela velha história do homem com pegada?

Se você chega e propõe qualquer coisa nova ou diferente na cama e ela murmura um não no seu ouvido, ela pode simplesmente querer testar a sua paciência, sua força de vontade de chegar até lá, testar seus limites, ou simplesmente ela não quer fazer isso que você está propondo e pronto.

“Mas e aí como é que eu consigo fazer aquela posição, ou fazer ela dar pra mim daquele jeito, daquela forma???”

Não existe receita de bolo para qualquer tipo de relacionamento, mas o que existe é a maneira como você encara essa verdade, e age sobre ela.

- Perceba

Ela quer uma pegada dessas, basta você se propor a isso, mesmo ela dizendo não…

Tudo aquilo que você quis fazer, aquelas posições todas, as maneiras de possuí-la, de tê-la em seus braços, tudo o que fez você acreditar que estava no comando, na verdade estava nas mãos dela, perceba isso, ela como uma onda vem parecendo uma simples “marolinha” você acha que nem vai abalar e quando realmente percebe, tarde demais, uma onda gigante cai sobre a sua cabeça e você nem se tocou que acabou de levar o maior “caldo” achando que estava surfando cheio de manobras radicais.

- Aceite.

Aceite que é ela quem manda e brinque com isso, não é pra você simplesmente se conformar com isso e acabar com o delicia no sexo, apenas aceite e faça a sua parte delineando o caminho que ela vai percorrer até chegar ao seu objetivo, que no fim das contas será o objetivo dos dois, o orgasmo.

- Respeite

Nunca, mas nunca mesmo, force a barra na cama com a sua amada ou com a mulher que está lá, você pode até conseguir algo, porém vai acabar ali mesmo e será uma vez só. Então se esforce pra fazer com que ela QUEIRA estar na cama com você, que ela se sinta segura de que você é um homem capaz de segurar toda a sua energia e ela vai se entregar pra você de uma maneira muito mais forte do que aquela maneira que você queria, vai se entregar por inteiro e aí, meu amigo, é bom você ter confiança no seu taco, pau, língua, dedos, corpo inteiro, porque o furacão de tesão que você provocou virá intenso.

Quando você perceber isso e realmente aceitar e respeitar como deve ser respeitado, aí ela o deixará no comando da situação, mas sempre com total liberdade de tomar esse comando de você sem mesmo que você perceba.

Aproveite, pois essa brincadeira é deliciosa.

Quebrando Tabus 2 – Autoconfiança

Posted by Alan Borim in Comportamento, Dicas, Macho, PepperBox, Sexo on 03-08-2012

Tags: , ,

Pense na autoconfiança como aquele espelho de corpo inteiro que você tem no seu quarto ou no banheiro. A autoconfiança se assemelha a esse espelho, só que este é interno. É através dela nos percebemos e enxergamos do que somos capazes. É ela que transmite a imagem que nos permite avaliar se conseguimos (ou não) realizar algum feito.

Quando nos olhamos no espelho comum buscamos enxergar nossa melhor imagem. Da mesma forma que cuidamos dessa nossa imagem exterior através da vaidade e estamos constantemente em busca de melhorá-la, temos que ter esse cuidado quando olhamos para esse espelho interior. A autoconfiança deve ser um exercício diário como pentear os cabelos. Temos que confiar em nossas capacidades e exaltar nossas qualidades diariamente, afinal, todos temos muitas.

Apaixonada por mim....

A partir do momento que você começa a se perceber autoconfiante, capaz e cheio de qualidades o próximo passará a perceber mudanças de atitudes genuínas, e consequentemente, irá te admirar mais.

Importante lembrar que essa atitude deve ser refletida em todos os aspectos da sua vida. No dia a dia, com a família, no trabalho, com os amigos e também na cama.  Mostre sempre o melhor de você.

Se você é homem, tenha autoconfiança suficiente para satisfazer a sua amada na cama. Não tenha medo de mostrar seu corpo, não encane com o tamanho do pênis ou não se apresseem gozar. Medode falhar ou de ejacular precocemente também devem ficar de fora da sua lista de preocupações para sempre, afinal, você tem autoconfiança, não é mesmo? Tenha sempre em mente que a sua mulher quer que você a penetre em sua essência, que você se mostre como um mastro firme e inabalável que fará com que ela se liberte em seus braços mostrando toda a sensualidade e vivacidade na cama.

Mas tome cuidado! Não deixe que essa imagem o torne egocêntrico, egoísta ou muito machista a ponto afastar as pessoas a sua volta. A autoconfiança deve ser bem dosada e realista. O engano de achar que você é capaz de coisas que você não é também é igualmente danoso para a sua personalidade. Não tente levantar um peso gigante na academia que você se dará mal.

Se você é mulher entenda que você é linda aos olhos do seu amado. Se você conseguir se enxergar através dos olhos dele, verá que aquele jeito que você joga os cabelos, aquele olhar despretensioso, a forma que você se veste ou que fala, aquela lingerie gostosa, ou seja, VOCÊ, é uma Deusa e terá sempre esse fiel súdito aos seus pés. Ao entender esse fato você terá ganho a sua autoconfiança e terá deixado para trás encanações com peso, com medidas, com a aparênciaem geral. Ebrilhará ainda mais se permitindo ser cada dia mais sensual.

É perceptível que essa condição é altamente contagiosa, quando você se mostra confiante, que realmente você enxerga a sua frente não uma meta a ser cumprida mas sim um(a) parceiro(a) a quem você quer unir o espaço, o tempo, as sensações os corpos… o céu é o limite.

Então confiem em vocês, usem e abusem de suas qualidades e características que os tornam atraentes.Vocês verão como a qualidade do sexo e do relacionamento irão melhorar!

E para ficar melhor ainda criatividade com complementos eróticos gostosos é uma boa pedida. Sentem autoconfiança suficiente para ousar um pouquinho?  Que tal a PepperBox Warm? A opção certa para esquentar e colocar mais pimenta na sua relação. Que tal receber em sua casa, discretamente, diferentes sensações, cremes retardantes ou estimulantes, jogos, anéis penianos, com ou sem vibrador, mini-vibradores, e outros complementos eróticos? Uma delícia!

Abraços

Alan Borim

Quebrando Tabus 1 – Liberte-se

Posted by Alan Borim in Comportamento, Dicas, Macho, PepperBox, Sexo on 02-08-2012

Tags: ,

Essa série especial tem o intuito de ajudar as pessoas inibidas, que acham que o sexo é um tabu e que ainda possuem travas e restrições em relação a esse assunto tão gostoso.

Vamos quebrar um pouco essa imagem negativa que muitos ainda têm quando o assunto é sexo. Essa série foi feita para aqueles que torcem o nariz quando o assunto esquenta, ou que simplesmente se ruborizam e se calam por pura vergonha.

Não existem amarras além daquelas que aceitamos ter…

Sentimentos como vergonha, receio, preconceitos, dúvidas e afins limitam muito o campo que podemos explorar quando o assunto é amor e sexo. Muitos de nós fomos criados sob a idéia de que sexo é algo sujo, imoral ou ruim. Algo muitas vezes enraizado em nossos valores, muitas vezes cultural.

Para que o sexo seja visto e comentado como algo bom, saudável e natural, como ele realmente é, sentimentos como vergonha ou receios devem ser combatidos, e dúvidas sobre o assunto esclarecidas de vez.

E se há parceria e confiança entre o casal, já temos meio caminho andado para o combate a vergonha e os receios que permeiam esse assunto. A intimidade do casal é essencial para isso, além da informação, é claro.

Assim como o amor um bom sexo requer parceria, confiança e intimidade. Quando há esses três sentimentos entre o casal não importa se ela é gordinha, se tem seios pequenos ou se o pinto dele é menor do que a famosa “média nacional” ou a famosa barriga de chopp. O casal fará com que esses detalhes sejam apenas detalhes, e o sexo não rolará com menos intensidade, tesão ou amor só por conta disso.

Esses tipos de detalhes físicos são importantes apenas para o sexo vazio, onde só o visual importa. E é desses que temos que fugir. O sexo mecânico, sem sentimento, pode até satisfazer momentaneamente o corpo, fisiologicamente, mas sempre irá faltar o abraço gostoso, o dormir de conchinha, aquela esquentada nos pés gelados. Sempre ficará um vazio dentro do peito, impossível de se preencher. O famoso e essencial envolvimento emocional.

Como diz o amigo e psicólogo Frederico Mattos (adicione aqui), o sexo começa muito antes da cama e acaba muito depois dele, isso “se” acaba. Esse é o do bom, quando há essa continuidade.

E como anda a intimidade, a parceria e a confiança entre você e seu amor? Já se questionou a respeito? Vocês falam abertamente sobre suas encanações, travas, desejos e fantasias? Ou ainda existem sinais de timidez, tabus e restrições?

Vamos juntos nessa série falar abertamente sobre autoconfiança, fantasias sexuais, brinquedos eróticos e brincadeiras, diálogo entre o casal e sobre a busca constante de informações a respeito desse tema tão abrangente.

E por falar em inibição, para quem está começando a se soltar, uma dica deliciosa: Nossa PepperBox Soft! Feita especialmente para quem quer colocar uma pimentinha leve nas suas brincadeiras. Óleos corporais, aromas e sabores inusitados, velas sensuais aromatizantes, gel comestível, cápsulas beijáveis, preservativos criativos, lubrificantes e muito mais. Uma ótima forma de conhecer esse excitante mundo, não acham? ;)

abraços,

Alan Borim

Crônica Sexual I – De aluno a professor

Posted by Léo Beck in Crônica Sexual, Macho, Sexo, Sexo Anal, Sexo Oral on 31-03-2012

Tags:

Gioavanna já era mulher na época em que eu era um garoto babaca e besta de quatorze anos. Loira tingida, mais baixa que a média, era minha grande conquista. Seus vinte anos me deixavam com a sensação de ser mais adulto e mais homem do que eu era de verdade enquanto sua beleza estonteante me deixava inseguro e apreensivo, como se eu fosse ainda mais juvenil do que eu realmente era. Foi Giovanna quem me iniciou no sexo, que me fez apreciar o gosto do gozo de uma mulher, sempre ligeiramente adocicado, e que me mostrou todos os caminhos para dar o máximo de prazer a uma mulher.

Muitos anos depois, a equação se inverteu. A Bernadete, linda, loira de olhos verdes, era uma simples menina, nada inocente, porém, enquanto eu já era um homem feito, embora ainda mais babaca e infantilmente besta. Nessa época eu já era viciado em chupar uma rosada e deliciosa buceta, mas tinha tesão mesmo era nas aulas de boquete que eu dava par ela: como olhar, como pegar, como lamber, onde lamber, como chupar, como deixar a língua passear pela glande… Ensinei àquela garota a fazer o melhor boquete da minha vida. E amei aquela menina como qualquer coroa em crise de meia idade ama uma pós-adolescente.

Acontece que, graças às deliciosas aulas que eu dava à Bernadete, descobri tardiamente minha vocação de professor e percebi que tinha duas faltas no meu currículo sexual: deflorar uma mulher, ensinando-a todos os truques para virar uma leoa conquistadora, e inaugurar um apertado cú.

Mas me envolvi com Roberta, uma prostituta aposentada, vingativa, que quase nunca me beijava – resquícios da época de vida nada fácil que levara, onde adquiriu o hábito de não beijar nunca –, mas que metia de um jeito tão incrível que, por algum tempo, esqueci da minha vocação.

Logo depois, porém, cheguei até Julieta. Garota jovem, atlética, bem musculosa, dessas que você acredita ser lésbica e imagina um grelo maior que seu pau. Mas não. Julieta tinha uma boca incrível e chupava um pau com uma vontade e um tesão tão grandes que certamente viciava a todos os que passavam por sua boca e, talvez por isso, nunca ninguém a tinha dominado, domado, colocado de quatro e ensinado a ela os prazer de um bom anal. Sorte a minha, que com muita paciência e todo cuidado do mundo, aliados a muito lubrificante anestésico, ensinei Julieta não só a não sentir mais dor com um pau na sua bunda, como também a mostrei a arte de gozar pelo seu tão deliciosamente apertado cú.

Então vieram a Tathiane, a Renata, a Débora, a Carla, a Catarina, a Karina, a Daniela, a Marta, a Marcela, a Marcella, a Andréa, a Ana e mais algumas outas, mas nenhuma casta, nenhuma virgem, nenhuma para ser deflorada.

Até que conheci Pauline, uma morena de longos cabelos negros, olhos verdes, pouco mais de trinta anos, alta, com quadril largo, cintura fina, os peitos mais lindos que eu já vi na vida e com incríveis timidez e insegurança, que a faziam se esconder atrás de seus grossos óculos de grau. Tinha dificuldade de conseguir olhar alguém nos olhos, vivia calada e ruborizava com facilidade.

Quando descobri sobre sua virgindade, obstinei-me. Foram cinco duros meses para conquista-la. Ah, como foi bom ensinar a ela sobre como pegar num pau, como não pegar, para dar tesão, como bater uma punheta, como beijar, como chupar, como ser chupada, como me amarrar, como se deixar amarrar e, finalmente, o que eram os orgasmos de tirar o fôlego e se permitir morrer. Finalmente, Pauline, minha grande contribuição para a sociedade: após dois meses de aulas diárias, nos quais perdi quinze quilos, formei uma verdadeira ninfomaníaca.

Tenho um vibrador na gaveta de cuecas

Posted by PedroT in Dicas, Macho, Sexo, Vibradores on 29-03-2012

Tags:

Primeiro que estou tripreocupado para o que acham disso. Moro sozinho há quase seis anos e com o vai e vem (em todos os sentidos) constante das mulheres por aqui, descobri que ter um brinquedinho estranho desses em casa é tão importante quanto ter camisinhas (em todo o canto), lubrificante, velas, gel retardante, venda, chicote, algemas, vinho e tequila. Sempre.

Por que tenho? Mas, Bah, né! Segurança! Acredite, é mais seguro ter um brinquedo desses em casa do que ter que deixar um babaca entrar na sua casa quando a sua alguma dessas amigas for doida por um bom DP. Capaz! Não divido mulher minha com ninguém! Por isso que tenho o vibrador aqui em casa. E não é só um. Tenho 4 modelos diferentes: um pequeno, um só para o clitóris, um Jack Rabitt e um mais comum. Atende todas. E, bah, como elas gostam desse brinquedo. É coisa linda de Deus ver elas quase explodindo de prazer quando eu uso algum destes nelas.

Mas cuidado que o negócio é muito, muito perigoso.

Perigoso porque, repito, elas ficam loucas. E loucas de um jeito que acabam gamando quase que instantaneamente. É eu trazer uma guria para casa numa sexta-feira à noite, usar todos os brinquedos, dar aquele trato, como dizem aqui por São Paulo, que ela enrola, enrola e enrola tanto para ir embora, que quando vou ver já é sábado de manhã e ela está lavando a louça. Se eu deixar, começa a arrumar a casa!

Então, criei nos meus pais e no meu avô o hábito de ligarem em casa todo sábado bem cedo, por volta das sete. Aí é só falar para a guria que eu tenho que ir na casa dos meus pais, que ela se arruma e cai fora rapidinho.

A melhor vista do mundo

Posted by PedroT in Macho, Sexo on 14-03-2012

Tags:

Todo homem deve se impor, principalmente perante sua mulher. E, ao se impor, ela não deve ter medo, e sim respeitá-lo. Para isso, o homem deve ser integro em relação às suas posições, sendo desnecessário dizer o quanto ter uma posição definida frente às coisas é primordial.

Por isso hoje aqui vou falar justamente sobre posições. Na verdade, sobre uma, em específica: a que nos dá a melhor vista do mundo.

Primeiro, feche os olhos, caro amigo. Pense qual é a imagem mais espetacularmente linda, a mais perfeita, aquela que te faz se sentir ao lado de Deus.

Pense.

Ok?

Se você pensou numa linda e deliciosa mulher, cabelos soltos, nua, sentada em cima de você, cavalgando-lhe com incrível vigor e com seus lindos e deliciosos peitos, subindo e descendo, hipnotizantes, o que deixa qualquer amazona ridícula, parabéns: você é bem vindo ao clube do Macho Alfa que conhece de verdade sobre a real beleza do mundo.

Agora, se você pensou QUALQUER OUTRA COISA, mesmo que seja relacionado a mulher, você ainda está deixando meras amazonas lhe cavalgar. Continue tentando. Não desista.

Agora, bah, por que a imagem de uma mulher cavalgando em cima de você é mais fantástico que qualquer outra imagem?

Nove simples motivos:

1 – Você pode olhar em seus olhos (e vice-e-versa) e ver o tesão estampado neles;

2 – Você pode olhar em seus lábios e ver o sorriso da boca ressecada que indica o tamanho do tesão que ela está sentindo;

3 – Ah, aqueles cabelos longos balançando…;

4 – Perceba o rosto dela e veja como ela é linda;

5 – Note todas as gotas de suor descendo pelo rosto dela, querendo descer, no colo, perto dos seios. Coisa linda!;

6 – Feche os olhos e sinta ela subir e descer em você (aqui não preciso dizer mais nada);

7 – Ah, os seios… Existe algo mais belo e mais perfeito que um par de seios? Se sim, a humanidade desconhece. Então, delicie-se vendo os lindos seios dela se moverem para cima e para baixo, ali, na sua frente. Sim, pode tocar. Sim, pode apertar. Beijar? Chupar? Morder? Sim, claro e por favor; são seus, fique a vontade;

8 – Agora recue a visão e veja tudo isso integrado numa única e mais que perfeita imagem – entendeu?;

9 – Por fim e o mais importante de tudo: enquanto ela está por cima, cavalgando em você, o clitóris dela tem maior chance de contato com sua pélvis, o que a deixa com ainda mais tesão e a dá ainda mais prazer.

Por isso, em termos de posição, todo homem sabe: deixe ou ordene a ela que cavalgue e aprecie a melhor vista do mundo.

 

DICA: Quer deixar a brincadeira toda ainda mais interessante? Besunte-a inteirinha com algum óleo beijável. Tudo escorrega melhor, facilitando que suas mãos passeiem deslizando por todo o corpo dela. E, enquanto ela cavalga ali, à sua frente, você verá o corpo dela inteiro brilhar lindamente à sua frente. A visão do paraíso.

Macho gosta mesmo é de ver a mulher gozar

Posted by PedroT in Dominação, Macho, Sexo on 13-03-2012

Tags:

Vou falar a real: quando estou transando, eu tenho um tesão especial em ter total controle da situação. Adoro dominar. Adoro comandar. Adoro mandar ela se sentar, ajoelhar, levantar, deitar, virar, ficar de quatro, me beijar, morder, chupar, montar em mim, abrir as pernas… Fico louco só com o  olhar de uma mulher dominada. E fico louco quando ela se deixa ser meu “objeto”, ser minha, toda minha, para me servir, para eu me servir, para meu bel prazer, para eu gozar no meu tempo e gozar como eu quero. Porque mulher tem que saber obedecer. E mulher que sabe obedecer, me dá tesão.

Acontece que o meu tempo é somente depois de satisfazer muito a garota, a menina ou a mulher. Não consigo me satisfazer se não provoco ao menos dois bons orgasmos. Ver seu corpo tremes, a boca ressecar. Só não pense que gostar de dominar e gostar de fazer gozar são incoerente, pois não são. Perceba primeiro que se ela goza é porque eu estou no comando, fazendo que eu quero, sendo o dono da situação. Isso significa mandar ela tirar a roupa, dizer a ela como ficar na cama, como se mover, o que fazer ou o que não fazer, deixando ela paradinha e, puta merda, como isso me deixa doido: parada, deitada na cama, seja para eu tirar sua roupa, ou seja com ela já nua.

Adoro brincar com as sensações, usar alguns limitadores de movimento, como algemas e vendas, para ela não ter como impedir eu passear por todo o seu corpo, deslizando com cremes, óleos que esquentam, óleos que esfriam ou vejas beijáveis para massagem. Passear com os dedos, com as mãos, com a boca, com a língua ou fazer ela sentir no corpo inteiro o quanto eu estou excitado. Poucas sensações são melhor do que  sentir ela se arrepiar, se excitar, deixar ela louca de tesão, fazer ela implorar, se desesperar de vontade, de desejo, de tesão.

Isso é estar no comando. Isso é comandar, mesmo se a primeira preocupação é fazer ela gozar, porque macho de verdade é antes de tudo um cara que sabe como tratar sua mulher, e, como já disse, não há incoerência alguma nisso.

Incoerência mesmo é, apesar de tudo isso, eu ter  o mesmo tesão doido em ser amarrado, vendado e usado por ela…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...